Todos nós, inclusive as crianças e os jovens, precisamos de concentração e foco para desempenhar nossas atividades, mesmo aquelas do dia a dia, as quais realizamos com frequência. Nossa atenção deve estar direcionada por determinado tempo para a realização bem-sucedida de nossas tarefas.Vamos juntos refletir sobre esse tema na vida das crianças e dos adolescentes?

Atualmente, é muito comum ouvirmos que existe entre as crianças e os adolescentes um baixo poder de concentração, principalmente em suas atividades escolares. Alguns são focados e têm facilidade em manter a atenção e a concentração. Porém, outros costumam ser mais distraídos e perdem o foco com frequência. Isso faz com que eles tenham dificuldade em cumprir uma tarefa ou terminar uma atividade.

Quando eles são mais desconcentrados devido ao excesso de estímulo ou porque em sua natureza apresentam essa característica, podemos ajudá-los a desenvolver a habilidade de se concentrar. Quero convidá-los para refletir sobre algumas ideias que podem ajudar a aumentar o nível de concentração das crianças e dos adolescentes.

10 Dicas Práticas para melhorar a Concentração das Crianças:

1 – ATIVIDADES QUE A CRIANÇA REALIZA EM SEU DIA A DIA

As crianças e os jovens são bombardeados por vários estímulos visuais e, mesmo depois, quando estão  realizando outras atividades, suas mentes continuam vagando pelas inúmeras ações e movimentos dos filmes que assistem, dos brinquedos barulhentos, dos videogames e dos  jogos de computador. Assim, a mente frequentemente se torna dispersa devido aos estímulos que recebeu e se torna incapaz de se concentrar nos estudos ou em outra atividade, pois se acostuma com cenas tão movimentadas que se torna muito mais difícil “se desligar” para algo mais reflexivo, como as atividades escolares, por exemplo.

Nesse sentido, cabe aos pais ou responsáveis observarem o tempo que as crianças dedicam a esses recursos e deixam de fazer outras brincadeiras mais pró-ativas, como correr, sentir a natureza… Nessas atividades é possível ampliar a criatividade e fazer parte da ação. Enquanto que, nos jogos eletrônicos, existe uma passividade – nada se cria, apenas são realizadas ações repetitivas que podem gerar agitação e nervosismo, principalmente se eles não têm limite de tempo de utilização.

Assim, deveríamos observar a dinâmica das crianças e dos adolescentes, seja em nossas casas ou na escola. Muitas vezes, as famílias não sabem como eles estão utilizando o seu tempo. Há ainda escolas que deixam crianças e adolescentes várias horas assistindo à televisão. Isso também pode acontecer em suas casas, onde eles podem passar horas focados na TV, no computador ou celular. Perde-se um tempo em que poderiam estar brincando, correndo, criando e explorando atividades essenciais para o seu desenvolvimento integral. Aqui fica uma sugestão para os educadores e adultos que convivem com os pequenos e os jovens: observe e ajude-os a criar uma nova rotina, conscientizando-os da importância de  fazer atividades que são valiosas para o seu desenvolvimento.

2 – A ATENÇÃO E O CUIDADO DO ADULTO

Sempre devemos estar atentos, pois as crianças e os adolescentes precisam de nossa orientação e de nossa presença.Temos o papel  de ajudá-los a organizar sua vida de maneira equilibrada. O uso dos eletrônicos pode ser necessário; mas, se não houver uma supervisão dos adultos com as quais convivem, eles podem usar esses recursos em excesso. Em consequência disso, apresentam nervosismo, inquietude, cansaço – e tudo isso gera falta de concentração. Dessa forma, os adultos poderiam analisar a agenda diária deles, pois compromissos em demasia também podem gerar uma mudança repentina no comportamento. Precisamos ter tempo para estar presente na vida das crianças, que necessitam de nossa atenção e cuidado. Assim, quando nos envolvemos na rotina deles, podemos orientá-los para que tenham equilíbrio em seu dia a dia, criando uma agenda conforme as necessidades deles.

Quando organizarmos a agenda junto com as crianças e os adolescentes que estão apresentando algum problema de concentração, é muito importante ficarmos atentos para definirmos momentos de descanso. Isso porque aqueles que apresentam esse tipo de problema necessitam de uma pausa entre uma atividade e outra.Com isso, pode-se garantir uma melhor assimilação do conteúdo ou da atividade que estiverem fazendo.

3- O RITMO

Crianças e adolescentes necessitam de uma certa quantia de horas de sono para que estejam relaxados e dispostos para realizar suas atividades diárias. Esse ritmo inclui a hora de dormir, de comer, de estudar  e de acordar. Lembrando que quanto mais se recolhem e acordam cedo, melhor será.

Eles precisam de pelo menos nove horas de sono. Cabe aos adultos observarem e administrarem esse quesito tão importante, pois essas horas garantem que os mesmos possam ter um período de sono suficiente para realizar com vontade  e interesse suas tarefas do dia. A falta de sono suficiente gera cansaço, nervosismo, agitação e outros sintomas que atrapalham os pequenos e os jovens na realização de suas ações do dia.

4- A ALIMENTAÇÃO

Nada melhor do que uma boa alimentação para o desenvolvimento físico e mental.

A boa alimentação ajuda muito na capacidade de concentração dos pequenos e dos jovens. Ela é fundamental para que eles realizem suas atividades, principalmentes aquelas que exijam um maior nível de atenção.

Crianças e adolescentes precisam de certos elementos para um bom funcionamento do corpo e do cérebro. Para que o sistema cerebral que comanda diretamente o processo de aprendizagem funcione adequadamente, a criança necessita adotar uma alimentação composta por minerais, vitaminas, proteínas e carboidratos – esses elementos ajudam na estruturação cerebral e consequentemente na capacidade de concentração e foco.

Dessa forma, as famílias devem ficar atentas em oferecer para as crianças uma dieta equilibrada para garantir o bom desenvolvimento e funcionamento do corpo e do cérebro.

5- ATIVIDADE FÍSICA

Normalmente, crianças e adolescentes praticam atividades físicas na própria escola. Porém, aqui fica uma sugestão tanto para aqueles que apresentam dificuldade de concentração, como para os que não apresentam. A proposta é criar momentos para que eles possam correr, saltar, nadar, brincar, subir em árvore e praticar diferentes esportes, pois essas práticas ajudam a superar os limites do corpo, além de desenvolver a capacidade de raciocínio, memória e concentração.

6-  AMBIENTE DA CRIANÇA

Sempre que possível, crie um clima em casa ou na escola, usando músicas clássicas ou outras músicas relaxantes, pois essas podem ajudar seu aluno a se preparar para a realização de alguma atividade ou ajudar seu filho a dormir melhor e acordar com uma música que o deixe calmo e relaxado.

Muito estímulo visual e sonoro dificulta a concentração infantil. Assim, desligar a TV e os eletrônicos, organizar os brinquedos e materiais escolares e manter o espaço de estudo livre de bagunça, essas são ações que ajudam muito a criança a manter o foco. O melhor é deixar livre de barulhos o espaço que é destinado para os estudos.

No horário de estudo é bom observar se os animais de estimação podem distrair os pequenos. Talvez seja importante que, nesse momento, eles fiquem distantes. Assim, você ajudará seu filho ou filha a manter o foco de atenção em suas atividades.

Caso a criança e o adolescente possa ter um local fixo para realizar as atividades escolares seria maravilhoso. Pois, quando se tem um local próprio para estudar, torna-se mais fácil a concentração nos estudos. Esse espaço pode ser tornar uma referência para realizar as atividades com atenção e foco. Junto com eles, descubra o que distrai e retire desse ambiente todas as coisas que possam atrapalhar a concentração.

7- ESTIMULE A REALIZAÇÃO DE TAREFAS DE ROTINA E JOGOS

Existem atividades de rotina que estimulam o cérebro da criança, pois fazem com que ela defina caminhos para realizá-las. Seguem abaixo algumas sugestões para propor para a criança tarefas que desenvolvam o raciocínio e a concentração. São elas:

  • ajudar na preparação de alimentos;
  • arrumar a mesa;
  • colocar objetos em ordem alfabética;
  • separar brinquedos seguindo algum critério, como cor, tamanho;
  • dar um recado;
  • ficar responsável por comprar alguma coisa.

Alguns jogos também são excelentes, como o jogo da memória, quebra-cabeça, jogo de xadrez, passatempos com labirintos, desenhos das sete diferenças… Eles também auxiliam na melhora da concentração. Nesses momentos, mesmo que seja um pouquinho, você terá oportunidade de conversar com seus filhos e brincar.

Assim, reserve um momento só para eles. Crie esse hábito. Desligue tudo, a TV, o celular e outros. Faça atividades de rotina, jogos e brincadeiras juntos. Você verá como isso vai ser curativo, principalmente para as crianças que estejam sem concentração. Essas ações também fortalecem a amizade e o amor entre vocês!

8- DESCUBRA COMO A CRIANÇA SE CONCENTRA MELHOR

Descobrir o que é melhor para uma criança ou um adolescente é o ideal, pois alguns se concentram melhor em atividades práticas e concretas; outros, quando há recursos audiovisuais. Há aqueles que ficam mais concentrados pela manhã. Alguns, por sua vez, preferem outros horários. Ajude cada um a construir sua própria forma de estudo.

9 – PRÁTICA DE YOGA

Durante todos esses anos que venho trabalhando com Yoga para crianças, já ouvi muitos relatos de que essa prática ajuda os pequenos a aumentar ou melhorar sua capacidade de se concentrar .

Em uma prática de Yoga, o aluno exercita a concentração em vários momentos da aula. Por exemplo, quando está fazendo as posturas, ao aprender as técnicas de respiração, de relaxamento e de meditação.

Caso você queira conhecer um pouco mais sobre os benefícios de yoga para crianças, no ebook “Yoga para Crianças e seus Benefícios na Infância”é apresentado de forma bem detalhada como a yoga pode ajudar a criança.

Assim, seria valioso se as famílias pudessem oferecer uma oportunidade para seus filhos e filhas terem acesso a essa prática milenar, a Yoga!

10-  MEDITAÇÃO

A meditação é a capacidade de colocarmos nossa concentração em apenas uma coisa. Assim, quando ajudamos a criança e o adolescente a focar sua atenção em sua respiração, por exemplo, ele poderá acessar as qualidades da paz, da alegria e da calma que existem em seu interior. E, ao acessar esses sentimentos, ele sente uma enorme sensação de bem-estar. Outro efeito dessa prática é a redução da ansiedade, do estresse, da agitação física e mental.

Muitos adultos ficam muito curiosos pelo fato de uma criança meditar. Outros demonstram certa surpresa, dizendo como isso pode ser possível. Tenho acompanhado, nos últimos vinte e dois anos, várias crianças meditando. Em um serviço voluntário que faço com meditação para crianças, a cada dia, ficamos impressionados ao ver o quanto essa prática é um diferencial na vida das crianças e dos adolescentes envolvidos. Como eles levam para suas vidas o resultados dessa prática! Isso pode ser visto na maneira mais harmoniosa e calma de como se relacionam com os outros, na forma equilibrada de como lidam com seus desafios e na vontade e dedicação que colocam em suas tarefas do dia a dia.

Vou apresentar um exemplo de meditação. Sugiro que você a pratique algumas vezes. Sinta o efeito dessa prática em si mesmo e, depois disso, convide as crianças de sua família ou seus alunos para fazer junto com você.

Sente-se confortavelmente, deixando seu corpo relaxado. Porém, a coluna deve estar vertical. Observe a sua respiração, como se você estivesse observando a respiração de outra pessoa. Observe o ar que entra e sai por suas narinas… Caso sua mente se distraia, volte a se concentrar na respiração, observando o ar entrando e saindo…  Agora, concentre-se na calma que existe dentro de você. Sinta a calma em seu coração… em sua mente… e em todo o seu corpo… Continue por mais um tempo. Observe a respiração e sinta como uma enorme sensação de calma vai inundando todo o seu ser…

 

Faça essa meditação com seus filhos ou alunos, dando uma pausa em cada parte da meditação, para que possam respirar e sentir a calma. A duração de cada parte da meditação deve sempre respeitar o tempo deles, para que seja uma experiência prazerosa e cheia de alegria.

Então, sempre que você perceber que a criança ou adolescente está cansado, agitado ou desconcentrado, proponha essa vivência, para que eles possam se dar conta de como uma pequena pausa para sentir a respiração pode mudar totalmente nossos sentimentos, emoções e pensamentos, tornando-os positivos.

Conheço várias famílias que já estão vivenciando essa experiência em seu dia a dia. Elas estipulam um tempinho semanal para a prática da meditação.

Assim, fica essa ideia para que você também experimente junto aos seus filhos e alunos a prática da meditação. Lembre-se de que é no silêncio que podemos nos conectar com a nossa verdadeira essência, repleta das mais belas qualidades!

Fonte: https://crispitanga.com.br/como-melhorar-a-concentracao-das-criancas/

 

Psicopedagoga educacional, tem extensão universitária em Yoga pela FMU. Participante de congressos de Yoga no Brasil e no exterior e atuante como consultora educacional há 20 anos na área interpessoal e com vivências de Yoga. Autora e compositora do livro e CD Yoga com Música e do Descubra o iogue que

 

 

Livros – Cris Pitanga

Yoga com Música

Yoga com Música acompanha um CD com canções relacionadas às posturas da yoga ilustradas no livro. O pacote é estimulante a todos. Tanto crianças quanto adultos podem usufruir deste rico material e fazê-lo de guia para a prática conjunta, partilhando um momento de realização espiritual e alegria.
Com o auxílio de Duda, uma jovem yoguine, questões da vida cotidiana – e que fazem parte do universo infantil – são aclaradas e podem servir de inspiração aos pequenos, despertando o interesse para a prática da yoga.

 

 

Descubra o iogue que existe em você!

Descubra o iogue que existe em você! oferece dicas às crianças e aos adolescentes para lidarem com sentimentos desafiadores, como nervosismo, ansiedade e medo, por meio de exercícios de respiração, práticas de postura de yoga e atividades que despertem a intuição e a sabedoria para as boas decisões. É, também, um rico material para os educadores. Interativo, sugere desenhos, pinturas e reflexões que tornam o livro único, já que o leitor também passa a fazer parte dele.

 

 

 

Outro título da Coleção Yoga para crianças da Editora Omnisciência

Saudação ao Sol – Surya Namaskar

Você sabia que na Índia as pessoas fazem uma Saudação ao Sol com todo corpo? Ela se chama Surya Namaskar. Surya quer dizer Sol e Namaskar é um cumprimento de amor e gratidão. Os sábios iogues da Índia descobriram que essa sequência de posturas de Yoga é uma forma de manter o corpo e a mente saudáveis, conectados com uma das forças mais poderosas do Universo: a energia do Sol. Yoguine, uma jovem que pratica o Surya Namaskar, vai ensinar a você como se faz essa prática para encher seu corpo de energia. Observe como as posturas se parecem com o movimento dos animais e dos elementos naturais. Afinal, os antigos iogues passavam muito tempo observando a Mãe Natureza.