Este documentário reflete sobre como a criança, no Brasil, se tornou alvo da publicidade, visto que – por meio de propagandas atraentes – é mais fácil convencê-la do que um adulto.

O resultado é devastador: crianças que, aos cinco anos, já vão à escola totalmente maquiadas e deixaram de brincar, de correr por causa de seus saltos altos; que sabem as marcas de todos os celulares e não têm vivências na natureza; que adoram salgadinhos e outros industrializados e desconhecem nomes de frutas e legumes.

Num jogo desigual e desumano, os anunciantes ficam com o lucro, enquanto as crianças arcam com o prejuízo de uma infância encurtada. Contundente, ousado e real, o documentário escancara a perplexidade deste cenário, convidando você a refletir sobre seu papel dentro dele e sobre o futuro de nossos pequenos.

Direção Estela Renner
Produção Executiva Marcos Nisti
Maria Farinha Produções