francisco de assisFrancisco de Assis costumava andar pela cidade, divulgando os ensinamentos de Jesus, quando se deparou com a  seguinte cena: alguns pássaros disputavam um pedaço de pão. O santo, então, abriu os braços e lhes disse: “ – Por que estão brigando por um pedaço de pão? Não há motivo! Deus deu a vocês penas para se protegerem do frio, frutas e insetos para se alimentarem, árvores para descansarem. Nós, humanos, para podermos nos nutrir, temos de arar a terra, plantar, colher e armazenar. Vocês tem tudo de que precisam por perto,  por favor, não briguem.” Ele pegou o pedaço de pão e o dividiu entre todos os pássaros que ali estavam. Os novos amigos, passaram a cantar alegremente, em profunda comunhão com a Mãe Terra. Ao final da sinfonia, Francisco ajoelhou, agradeceu e os abençoou: “peço que levem esse canto a todos que encontrarem. Assim, eles compreenderão que o reino de Deus está dentro de nós, como um sol brilhando através das nuvens, à espera de ser descoberto!”

Por conta desse episódio, as imagens de Francisco de Assis contêm, sempre, pássaros pousados nos seus ombros. A figura doce e simples atraía não só as aves, mas animais de diferentes espécies. Conhecedor da sabedoria divina, ele utilizava a linguagem do amor para trazer todos para perto de si, acolhendo, como fez o seu mestre. A sua trajetória breve, porém valiosa, é um exemplo de renúncia completa, fundamental para fazer refletir sobre nosso modo de vida, pautado – muitas vezes – pelo consumo.

francisco de assis

Filho de um rico comerciante de Assis, Itália, na fase em que o país lucrava substancialmente com o comércio destinado às Índias, Francisco estava fadado à sucessão de seu pai à frente do negócio de tecelagem. Jovem, no entanto, ele preferia se juntar aos trovadores e passar as noites na farra, entoando canções aos pés das janelas.

Certa vez, teve de cumprir obrigações militares e serviu ao exército. Na ocasião, foi preso. Quando surgiu uma nova oportunidade de ir para a batalha, ele teve um sonho que o fez repensar sobre sua atitude. “A quem serve?” – Dizia uma voz misteriosa. Isso lhe fez pensar sobre a importância de sintonizar com Deus  e não se entregar à passionalidade dos gestos humanos. Convencido, abdicou à luta, vendeu alguns tecidos de seu pai e decidiu que ajudaria na reforma da igreja de São Damião. O intento não funcionou, já que o pai fora lhe cobrar o dinheiro. Na porta da capela, Francisco entregou a ele tudo, inclusive a roupa que vestia, e passou a assumir uma vida de profunda simplicidade.

francisco de assisEm uma de suas caminhadas, ele se deparou com um leproso – que lhe pediu dinheiro. De imediato, ao ver aquelas feridas, Francisco sentiu nojo e repulsa. Mas, envergonhado, pediu ajuda ao seu mestre para acolher aquele homem e, então, beijou-lhe as mãos com respeito e admiração: “Agradeço a você e a Jesus por me ensinarem o que é o verdadeiro amor.”

Ao longo do tempo, juntaram-se a ele pessoas que tinham os mesmos anseios de comunhão com Deus por meio da simplicidade e do amor ao próximo. Dentre eles, as irmãs Clara e Inês que – à revelia da família – passaram a seguir Francisco. Muito embora o tio delas, de grande poder aquisitivo, tivesse tentado trazê-las de volta para casa, oferecendo dotes, as duas seguiram firmes em seus propósitos de se manterem ao lado do irmão de Assis. Abençoado pelo papa, esse homem santo fundou uma ordem e exerceu o amor e a caridade de Cristo até o fim de sua vida. A dois anos de sua morte, pediu – e obteve – o corpo coberto por chagas – iguais às de Jesus, pois entendia ser um privilégio poder partir como o Cristo. Quando o dia da despedida chegou, ele recebeu a morte com um sorriso no rosto. Uma revoada de pássaros surgiu para se despedir e, num cenário de harmonia e amor divinos, ele deixou o corpo para permanecer vivo no coração das pessoas, inspirando os melhores sentimentos.


 

francisco-heroi-da-simplicidade

A história de Francisco de Assis é bonita demais! Que tal compartilhá-la com as crianças? Dê só uma olhada no livro “Francisco – o Herói da Simplicidade” e, se interessar, adquira o seu exemplar! Além de conter outras importantes passagens deste homem bondoso, numa linguagem apropriada para os pequenos, as ilustrações são lindas.

http://www.omnisciencia.com.br/francisco-o-heroi-da-simplicidade/p

 

Viva Francisco!


Via: http://www.culturadapaz.com.br/francisco-de-assis/