O ditado, que é também título desse texto, quer dizer que se a cabeça está bem, o corpo também estará. Saudáveis, ambos estão mais bem preparados para trabalhar e, no caso da criança, brincar e estudar. Porque estudar precisa de concentração, precisa de calma, organização e paz. Sim, precisa de paz. E pensando nos inúmeros benefícios que práticas de ioga e meditação têm já comprovadas, um número já considerável de escolas têm introduzido ambas em sua grade escolar. E estamos falando de escolas públicas e particulares. Já são 12 só na cidade de Vitória (ES) por incentivo de um programa do governo. Em São Paulo, a Centro de Apoio O Visconde a prática de ioga ocorre desde 2014.  Segundo a ONG Mente Viva, a meditação já é ensinada em 194 escolas brasileiras.

 Algo muito bacana e importante se observarmos o contexto de educação no país e a precariedade de muitas das escolas públicas. Há esperança.
E de olhos fechados, pernas cruzadas, muito silêncio e concentração, crianças e adolescentes têm demonstrado muito interesse pelas aulas de ioga e meditação, que intercalam as tradicionais de português, matemática, física e química. É um tempo em que as crianças param, ficam quietinhas, respiram com calma, e até descansam. Fogem do estresse diário de agendas superlotadas, aulas extras, pressão por desempenho e as outras muitas exigências que se faz da infância. Os benefícios são muitos e poder aliviar um pouco a carga é de grande valia. Todos já comprovados pela ciência como a melhora na oxigenação do cérebro e o aumento da circulação sanguínea. Sem falar na melhora da socialização, da autoestima, coordenação motora e flexibilidade. Até para lidar com problemas e desconfortos emocionais.  E que bacana ver muita escola preocupada em melhorar a relação aluno-professor. Ambos são beneficiados. Tem também a qualidade de vida escolar da criança que dá um salto. Não necessariamente em notas, mas em aproveitamento e aprendizado. Obviamente, que todo esse ensinamento ainda deixa um legado a vida adulta destas crianças. Julia Delibero, mãe do Pedro de cinco anos, que estuda na Escola Catavento, em São Paulo, fala da certeza do filho crescer com a possibilidade de poder parar para resolver problemas e não fazer tudo com pressa. “Em um mundo como o nosso que fazemos tudo correndo, quase que no automático, é muito importante aprender a parar, respirar e pensar”, fala.
Cecília, 3 anos, é filha de Delana Corazza, e tem o costume de se acalmar com a respiração de ioga quando fica nervosa. “Penso que a ioga pode ser uma parte da brincadeira na escola, uma outra relação com o próprio corpinho que segue desenvolvendo”, conta Delana que tem a filha na escola Arte de Ser, localizada na zona oeste de São Paulo, única do ocidente a aplicar a filosofia how-to-live, do iogue Paramahansa Yogananda – muito difundidas na Índia.  Delana também sabe dos benefícios no futuro da filha. “Acho que a possibilidade de ser menos ansiosa e viver o momento com mais intensidade, respeitar o silêncio, aguçar os sentidos e ter uma relação saudável com o corpo são aprendizados pra vida”, fala. “A ioga é uma forma de se conectar ao mundo de forma mais equilibrada,  com todos os seres da natureza, e respeitar o outro e a si mesma”, pontua a mãe também praticante de ioga.
Foram através dos ensinamentos do mestre Saraswati Satyananda, da Bihar School of Yoga, na Índia, que se introduziu e implementou as práticas em escolas americanas há quase 20 anos. E hoje os Estados Unidos é o país número um, se assim podemos dizer, em práticas orientais difundidas em escolas e universidades, além, claro, do dia a dia dos americanos. Tanto lá como na França e, na Inglaterra, existem muitos livros didáticos e materiais infantis para trazer o ensinamento ainda mais próximo dos pequenos. Sabe o elefante Babar? Tem um DVD dele fazendo ioga que é super adorado.  Porque são ensinamentos que valem por uma vida toda. As crianças passam a perceber que o estresse não é um estado natural e se sentem aliviadas quando conseguem controlá-lo. Aprender a lidar com as emoções e as sensações que elas causam é essencial pra construção de um mundo onde pedimos por mais companheirismo e mais colaboração com, e para com, o outro. Para construirmos um mundo onde o ‘ser’ tenha mais valor que o ‘ter’.
Carolina Delboni é jornalista e consultora em comportamento e tendência infantil. Toca a agência Small+ e tem uma coluna no blog do Estadão sobre crianças. Também escreve pra Vogue Kids, onde começou a trabalhar no jornalismo há mais de 15 anos. Carolina já passou pelas redações da Vogue, Folha de São Paulo, o Chic e o SPFW. Teve uma temporada de 5 anos como dona de confecção infantil e depois que vendeu se especializou no segmento.

Coleção Yoga para Crianças da Editora Omnisciência

Yoga com Música

Yoga com Música acompanha um CD com canções relacionadas às posturas da yoga ilustradas no livro. O pacote é estimulante a todos. Tanto crianças quanto adultos podem usufruir deste rico material e fazê-lo de guia para a prática conjunta, partilhando um momento de realização espiritual e alegria.
Com o auxílio de Duda, uma jovem yoguine, questões da vida cotidiana – e que fazem parte do universo infantil – são aclaradas e podem servir de inspiração aos pequenos, despertando o interesse para a prática da yoga.

 

Descubra o iogue que existe em você!

Descubra o iogue que existe em você! oferece dicas às crianças e aos adolescentes para lidarem com sentimentos desafiadores, como nervosismo, ansiedade e medo, por meio de exercícios de respiração, práticas de postura de yoga e atividades que despertem a intuição e a sabedoria para as boas decisões. É, também, um rico material para os educadores. Interativo, sugere desenhos, pinturas e reflexões que tornam o livro único, já que o leitor também passa a fazer parte dele.

 

 

Saudação ao Sol – Surya Namaskar

Você sabia que na Índia as pessoas fazem uma Saudação ao Sol com todo corpo? Ela se chama Surya Namaskar. Surya quer dizer Sol e Namaskar é um cumprimento de amor e gratidão. Os sábios iogues da Índia descobriram que essa sequência de posturas de Yoga é uma forma de manter o corpo e a mente saudáveis, conectados com uma das forças mais poderosas do Universo: a energia do Sol. Yoguine, uma jovem que pratica o Surya Namaskar, vai ensinar a você como se faz essa prática para encher seu corpo de energia. Observe como as posturas se parecem com o movimento dos animais e dos elementos naturais. Afinal, os antigos iogues passavam muito tempo observando a Mãe Natureza.