Esta história aconteceu há muito tempo. E quem contou foi um velho sacerdote budista.

No antigo vilarejo de Carvásti, próximo ao sagrado rio Ganges, o rei anunciou a todos que precisava – com urgência – de um domador de elefantes.

o domador de elefantes

Sougraha, homem forte e corajoso, logo se apresentou. Ele era mestre nessa arte!

– Conheço três maneiras seguras de domesticar um elefante. A primeira delas, é com argolas de prata, disse o domador, seguro de suas habilidades.

o domador de elefantes

– Tudo bem, aceito a sua ajuda, respondeu a majestade. Venha amanhã, depois da prece. O animal mais bravo que possuo estará lhe aguardando. Se conseguir amansá-lo, terá uma grande recompensa!

Sougraha despediu-se mas, antes que chegasse à rua, um servo lhe dirigiu algumas ofensas. Nervoso, o domador feriu gravemente o rapaz e foi levado, preso, ao rei, que o perguntou:

– O que houve, corajoso jovem?

Sougraha, envergonhado, sussurrou:

– Ao sair da conferência com o senhor, fui abordado por um servo que, duvidando de minhas potencialidades, me agrediu verbalmente. Eu não suportei ouvir aquilo e o feri.

O rei, surpreso com a atitude do rapaz que lhe tinha inspirado tanta confiança, retrucou:

– Como você pretende domesticar um elefante bravo, se não é capaz de conter a fera raivosa que vive dentro de ti? Aprende, primeiro, a dominar os teus impulsos, o teu gênio, a tua cólera. Ficará preso e está dispensado do serviço.

o domador de elefantes


 

Contos e fábulas possuem um enredo simples, mas são ricos em sabedoria. Veja algumas sugestões de títulos que contêm belas histórias para trabalhar valores, principalmente com as crianças:

historias-tecidas-em-seda– Histórias tecidas em seda: “A mulher pede ao marido que não olhe enquanto está tecendo. Mas como ela faz tecidos tão lindos?
A mãe, antes de falecer, coloca um vaso na cabeça da filha, prometendo que um dia aquilo lhe trará muita felicidade. Como ser feliz assim?
Um jovem camponês apaixona-se por uma moça que vive num reino distante, acima das nuvens. Então, ele esconde o manto de plumas para que ela não vá embora.
O Pássaro do Poente, Hachikazuki e Tanabata – as três histórias que compõem este livro são muito antigas, contadas e recontadas por várias gerações. E têm a delicadeza de uma seda.

Gostou? Confira o livro na nossa livraria virtual, clique aqui.

 

 

contos-budistas– Contos Budistas: Especialmente dirigida ao público infantil, esta coletânea ilustra vários aspectos do pensamento budista, oferecendo ao mesmo tempo horas de intenso entretenimento. Todos os contos envolvem aventuras emocionantes e dramáticas, e os mais longos são entremeados por pequenas histórias Zen que provocam a reflexão. Como Sherab Chödzin mostra em sua introdução, os contos também favorecem a exploração de conceitos como generosidade, compaixão e vida depois da morte, lembrando-nos os limites do ego e o valor de um senso de humor terreno. Lindamente ilustrado e escrito numa linguagem que agrada a crianças e a adultos, “Contos budistas” irá atrair todos os que se interessam pelas ideias budistas ­ e todos os que apreciam uma boa história.

Quer adquirir um exemplar? Clique aqui.

Quer ter mais opções? Conheça nossa seleção de livros de contos e fábulas: clique aqui.


Via: http://www.culturadapaz.com.br/o-domador-de-elefantes/